Obesidade: mais saúde, menos gordura!

07/09/2012 13:56

A obesidade ocorre pelo excesso de peso. Existem alguns fatores de risco para essa doença, tais como: raça, idade, genética, sexo, castração (devido ao sedentarismo), medicamentos, problemas hormonais, dieta não equilibrada e maus hábitos alimentares.

Esses fatores induzem a alteração da massa corpórea que se não for controlada pode levar a sérios problemas de saúde, dentre os principais estão: redução na longevidade, problemas ósseos e nas articulações, acúmulo de gordura em alguns órgãos como o fígado, diabetes, doenças respiratórias e cardiovasculares.

A obesidade em animais está sendo considerada uma epidemia, uma vez que é cada vez mais comum a presença de animais obesos, principalmente em países subdesenvolvidos e desenvolvidos.

Algumas medidas simples podem ajudar no tratamento e prevenção da obesidade em seu companheiro, dentre elas a prática de exercícios físicos regulares, pois aumenta o gasto energético e atividade cardiovascular, previne a diminuição da massa magra, inibe o acúmulo de gordura; além do manejo alimentar que é de fundamental importância, pois determina a quantidade certa de alimento por dia.

Para descobrir o IMC (Índice de Massa Corporal) de seu animal clique aqui.

Abaixo temos algumas dicas para a prevenção da obesidade animal:

1.    Faça exercícios diariamente com seu animal: 3 vezes por semana já é o suficiente;

2.    Os exercícios devem durar no máximo 1 hora;

3.    Nunca dê a comida que você consome para seu animal, pois  a ração que ele come já é o suficiente para seu desenvolvimento e sobrevivência;

4.    Nada de petiscos, estes são os principais vilões e causadores da obesidade animal;

5.    Nunca exagere na quantidade de ração que você disponibiliza para o seu cão ou gato, procure um Medico Veterinário e ele lhe dirá quanto seu animal poderá comer;

6.    Chame outros amigos que possuem animais para fazer parte de suas atividades físicas, alguns animais preferem se exercita com outros.

Seguindo essas dicas seu animal ficará livre da obesidade. Não se esqueça de fazer visitas periódicas ao seu veterinário ele é o profissional indicado para cuidar da saúde de seu companheiro.

 

Referências Bibliográficas

APTEKMANN, K. P. Apostila de obesidade em cães e gatos. Disponível em:<http://www.amanatureza.org.br/site/down/Obesidade.pdf>. Acesso em: 20 set. 2012.

PEREIRA, O.L.; FRANSISCHIE, R. P de; JÚNIOR LANCHA, H. H. Obesidade: hábitos nutricionais, sedentarismo e resistência à insulina. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia e Metabolismo, São Paulo, v. 47, n. 2, p. 111-127, 2003.

 

Escrito por:

Victor Fernando Santana Lima (Extensionista e Monitor de Parasitologia Veterinária e Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Sergipe).

 

Para saber mais sobre a obesidade animal acesse:

RELAÇÃO ENTRE ASPECTOS NUTRICIONAIS E OBESIDADE EM PEQUENOS ANIMAIS.pdf (17,3 kB)

 

Voltar